(Rezados nas terças e sextas-feiras, e domingos da Quaresma até a Páscoa)

No terceiro terço do Rosário contemplamos os cinco Mistérios Dolorosos, que contemplam a Paixão e Morte de Jesus:

1º- Agonia de Jesus no Horto; 2º- Flagelação de Jesus; 3º- Coroação de espinhos; 4º- Jesus carregando a cruz no caminho do Calvário; 5º- Crucifixão e morte de Jesus.

Quando não se reza o Rosário inteiro de uma só vez, é bom seguir este roteiro para que o Terço Doloroso fique completo. Aqui propomos algumas meditações para cada dezena, que podem ser enriquecidas à medida em que vamos aprendendo a contemplar os mistérios, extraindo de cada um deles uma lição para nossa vida diária e nossa espiritualidade.

Roteiro para o Terço DolorosoComo rezar o terço

(seguir a ilustração no sentido horário)

1- Sinal da Cruz;

  • Invocação ao Espírito Santo
  • Oferecimento
  • Credo
2- Em honra à Santíssima Trindade: um Pai Nosso e:
a) uma Ave Maria em honra a Deus Pai que nos criou (ou a Ave Maria com a jaculatória da Chama de Amor);
b) uma Ave Maria em honra a Deus Filho que nos salva (ou a Ave Maria com a jaculatória da Chama de Amor);
c) uma Ave Maria em honra a Deus Espírito Santo que nos santifica (ou a Ave Maria com a jaculatória da Chama de Amor).

3- No intervalo, um Glória, a Oração de Fátima; jaculatórias como for costume.

4- No Primeiro Mistério Doloroso Oração de Jesus no Hortocontemplamos a agonia e oração de Jesus no Horto das Oliveiras Jesus se retirara para orar, antes de ser preso. Uma angústia mortal o invadiu ao pensar no que iria sofrer para remir o gênero humano do pecado. “E entrando em agonia orava sem cessar. E seu suor foi como gotas de sangue, que caíam sobre a terra.” Cristo nos havia ensinado a orar constantemente por nossas necessidades, e disto nos deixou magnífico exemplo neste momento difícil. Atenderá Deus sempre nossa oração, ou nos livrando do sofrimento ou nos dando a força necessária para suportá-la cristãmente. Pai Nosso. 5- dez Ave Marias. (ou a Ave Maria com a jaculatória da Chama de Amor) 6- GlóriaOração de Fátima; jaculatórias como for costume.

4- No Segundo Mistério Doloroso contemplamos a flagelação de Jesus. Traído e abandonado, Jesus foi conduzido perante os sumos sacerdotes que o entregaram a Pôncio Pilatos, governador romano da Judéia. Apesar de convencido da inocência de Cristo e de a ter proclamado, cedeu Pilatos, por covardia à pressão da turva enfurecida e ao ódio dos sacerdotes judeus, fazendo prevalecer seu mesquinho cálculo político sobre suas funções sagradas de magistrado. “Então Pilatos querendo agradar a turba, soltou Barrabás, e, depois de ter feito flagelar a Jesus, o entregou para ser crucificado.” Pai Nosso. 5- dez Ave Marias. (ou a Ave Maria com a jaculatória da Chama de Amor) 6- GlóriaOração de Fátima; jaculatórias como for costume.

4- No Terceiro Mistério Doloroso contemplamos a coroação de espinhos.Coroação de espinhos Após o tormento brutal dos açoites, novos tormentos aguardavam seu divino corpo. “Então os soldados do governador levaram Jesus ao pretório e reuniram toda a guarda em sua volta. Despojaram-no de suas vestes e o revestiram com um manto de púrpura. Fizeram uma coroa de espinhos que lhe puseram na cabeça e uma cana em sua mão direita.” Nestas condições tão próprias a suscitar a compaixão de quem quer que o visse, tornou Pilatos a apresentá-lo à plebe excitada, dizendo: “Ecce homo!” (“Eis o homem!”). Pai Nosso. 5- dez Ave Marias. (ou a Ave Maria com a jaculatória da Chama de Amor) 6- GlóriaOração de Fátima; jaculatórias como for costume.

4- No Quarto Mistério Doloroso contemplamos Jesus carregando a Cruz no caminho do Calvário.Jesus carrega a cruz a caminho do Calvário A cada passo se renovava a agonia do Senhor enquanto a pesada cruz esmagava seu ombro. “Quando o conduziam, requisitaram a um certo Simão de Cirene, que vinha do campo e o obrigaram a carregar a cruz atrás de Jesus. Acompanhava-o grande multidão de povo e de mulheres que se lamentavam e choravam-no.” A exemplo da Vítima Inocente, também nós devemos aceitar com resignação as duras provas que nos afligem pois só assim poderemos ser dignos de Jesus Cristo. Pai Nosso. 5- dez Ave Marias (ou a Ave Maria com a jaculatória da Chama de Amor) 6- GlóriaOração de Fátima; jaculatórias como for costume. Crucifixão e morte de Jesus

4- No Quinto Mistério Doloroso contemplamos a Crucificação e Morte de Jesus. Depois de três horas de dolorosa agonia sobre a cruz, o espírito se separou da carne. O preço da nossa redenção estava pago. “Vieram, pois, os soldados e quebraram as pernas do primeiro e em seguida do outro, que havia sido crucificado com Ele. Mas ao chegaram a Jesus, vendo que já estava morto, não lhe quebraram as pernas; mas um dos soldados abriu-lhe o lado com a lança, e no mesmo instante saiu sangue e água.” O plano de redenção estava terminado quando à parte de Jesus. Agora compete a nós fazermos a nossa parte. Pai Nosso. 5- dez Ave Marias. (ou a Ave Maria com a jaculatória da Chama de Amor) 6- GlóriaOração de Fátima; jaculatórias como for costume.

7- Reza-se o Agradecimento:

Infinitas graças vos damos, soberana Rainha, pelos benefícios que todos os dias recebemos de vossas mãos liberais. Dignai-vos, agora e sempre, tomar-nos debaixo do vosso poderoso amparo e, para mais vos obrigar, vos saudamos com uma Salve Rainha:

Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida, doçura e esperança nossa, salve! A Vós bradamos, os degredados filhos de Eva. A Vós suspiramos, gemendo e chorando neste vale de lágrimas. Eia, pois, Advogada nossa, esses Vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e, depois deste desterro, mostrai-nos a Jesus, bendito fruto de Vosso ventre, ó clemente, ó piedosa, ó doce sempre Virgem Maria. V. Rogai por nós, santa Mãe de Deus, R. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém.

Sinal da Cruz.

Também se pode rezar, após a Salve Rainha, a Invocação a São Miguel Arcanjo e a oração a São José.

Similar Posts