A Medalha de São Bento

– festa de São Bento: 11 de julho –

São Bento é representado segurando na mão esquerda o livro da Regra que escreveu para os monges; e, na outra mão, a cruz. Ao redor do Santo lê-se a seguinte jaculatória ou prece:

EIUS * IN * OBITU * NRO * PRAESENTIA * MUNIAMUR
sbento_pq

Em português: Sejamos confortados pela presença de São Bento na hora de nossa morte.

Explicação

São Bento servia-se do Sinal da Cruz para fazer milagres e vencer as tentações. Daí veio o costume, muito antigo, de representá-lo com uma cruz na mão. Através dos séculos, foram cunhadas medalhas de São Bento de várias formas. Desde o século XVII, começaram-se a cunhar medalhas, tende de um lado a imagem do Santo com um cálice do qual sai uma serpente e um corvo com um pedaço de pão no bico, lembrando as duas tentativas de envenenamento das quais São Bento saiu milagrosamente ileso. O outro lado da medalha apresenta uma cruz e entre os seus braços estão gravadas as iniciais C S P B; em latim: Crux Sancti Patris Benedicti: “Cruz do Santo Pai Bento“.

* Na haste vertical da cruz lêem-se as iniciais: C S S M L:
Crux Sacra Sit Mihi Lux

A CRUZ SANTA SEJA MINHA LUZ

* Na haste horizontal: N D S M D:
Non Draco Sit Mihi Dux

NÃO SEJA O DRAGÃO O MEU GUIA

* No alto da cruz está gravada a palavra PAX, “Paz”, que é o lema da Ordem de São Bento. Às vezes, PAX é substituído pelo monograma de Cristo: I H S. * A partir da direita de PAX estão as iniciais: V R S N S M V:
Vade Retro Sátana Numquam Suade Mihi Vana

RETIRA-TE, SATANÁS, NUNCA ME ACONSELHES COISAS VÃS!

* S M Q L I V B:
Sunt Mala Quae Libas Ipse Venena Bibas

É MAU O QUE ME OFERECES, BEBE TU MESMO OS TEUS VENENOS!

São numerosos os fatos maravilhosos atribuídos a esta medalha. Contudo, a medalha não age automaticamente contra todas as adversidades, como se fosse um talismã ou vara mágica. Todo cristão, a exemplo de Jesus Cristo, deve carregar a sua cruz. Pois, é necessário que nossas faltas sejam expiadas; nossa fé seja provada; e nossa caridade purificada, para que aumentem nossos méritos. O símbolo da nossa redenção, a Cruz, gravada na medalha, não tem por fim nos livrar da prova; no entanto, a virtude da Cruz de Jesus e a intercessão de São Bento produzirão efeitos salutares em muitas circunstâncias. A medalha concede, também, graças especiais para a hora da morte, pois São Bento com São José são padroeiros da boa morte. Para se ficar livre das ciladas do demônio, é preciso, acima de tudo, estar na graça e amizade com Deus. Portanto, é preciso servi-lo e amá-lo, cumprindo todos os deveres religiosos: oração, Missa dominical, recepção dos Sacramentos, cumprimento dos deveres de justiça; em uma palavra, cumprimento de todos os mandamentos da Lei de Deus e da Igreja. Nem o demônio, nem alguma criatura, tem o poder de prejudicar verdadeiramente uma alma unida a Deus. Em resumo, o efeito da medalha de São Bento depende em grande parte das disposições da pessoa para com Deus e da observância dos requisitos acima mencionados.

Excerto do folheto “A Medalha de São Bento”
Mosteiro de São Bento
Caixa Postal 118
São Paulo-SP
01059-970