O Rosário Vivo

Share Button

Reze uma dezena do rosário por dia e faça parte do Rosário Vivo!

Para participar da Associação Rosário Vivo, basta assumir o compromisso de rezar diariamente 1 dezena do Rosário (será indicado por e-mail qual mistério deverá ser rezado) e colocar a intenção: “EM HONRA DE SANTA FILOMENA E PELO TRIUNFO DO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA”.

Todos os que se inscreverem receberão a confirmação da inscrição, acompanhada de um santo Escapulário!

Como participar

Forme um grupo de 15 pessoas e preencha o formulário abaixo com o seu nome completo e endereço (para envio das confirmações de inscrição e dos escapulários para todo o grupo) e o nome dos participantes:

Inscrição no Rosário Vivo
* Campos obrigatórios

Responsável pelo grupo

Formação do grupo (junto com o responsável)

Que Nossa Senhora nos ajude hoje e sempre!

Em Jesus, Maria, São José e Santa Filomena,
Francisco M
Correspondente do Rosário Vivo no Brasil

Sobre o Rosário Vivo

O Rosário Vivo foi idealizado na França, em 8 de dezembro de 1826, por Pauline-Marie Jaricot como “Associação do Rosário Vivo para defender e reavivar a fé”.

A associação foi formalmente aprovada pela Igreja Católica através de uma carta canônica em fevereiro de 1827.

Os objetivos do Rosário Vivo eram dois: trazer o povo de França para um modo de vida de oração e distribuir literatura católica e artigos devocionais.

Depois da morte de Pauline, em 1862, A Associação do Rosário Vivo lentamente desapareceu. É preciso revivê-la.

Através do Rosário Vivo vamos unir os corações pelos merecimentos de Jesus e Maria, para obter a conversão dos pecadores, pela Igreja, pela conservação da Fé nos países cristãos e pela expansão da Fé no mundo todo.

Especificamente, do que se trata?

A intenção é de criar um ou mais grupos de 15 pessoas (devido aos 15 mistérios do Rosário). Cada membro de uma quinzena assume o compromisso de rezar individualmente uma dezena do Rosário todos os dias, meditando um mistério (os mistérios são repartidos pelo responsável). Um Rosário inteiro é, portanto, recitado pelo grupo, todos os dias. É fixada uma intenção principal, mas cada um pode unir outras intenções pessoais.

Pauline-Marie Jaricot aconselhava de compor cada grupo com pessoas “boas, medíocres e algumas outras que têm a boa vontade de rezar”. Assim, dos 15 pedaços de carvão reunidos, “um só está bem iluminado, 3 ou 4 o são pela metade e outros, não. Mas juntos, temos uma fogueira!”.

O Rosário vivo tem muitas vantagens: ele nos obriga a rezar regularmente (uma dezena por dia está na ordem do possível), promove a comunhão dos santos e permite obter muitas graças.

Share Button
Print Friendly, PDF & Email